On air

Ah a rádio… Conhece-me desde 2003, altura em que comecei o meu estágio curricular na Rádio Renascença. Entrei um mês antes do início da guerra no Iraque, o que fez com que soubesse desde cedo o que era correr de um lado para o outro. Tinha que falar mil línguas para conseguir os depoimentos mais recentes e passá-los em primeira mão ao editor, o meu era o Arsénio.

Depois veio a Mega, foram alguns meses a testar a animação, mas não fiquei. E ainda bem. Pouco tempo depois juntei-me ao renascer da Cidade, não como Rádio Cidade (como ouvi, e ainda ouço) mas como Cidade Fm.

A Cidade Fm foi responsável por alguns dos melhores anos da minha vida. Como é possível trabalhar e ainda assim sentir que estava a brincar. Chegamos longe malta, muito longe.

Que isto não soe a despedida, porque é o tipo de texto que lemos nos e-mails de quem avisa que vai sair da empresa, estou a falar daqueles emails que vão para o “geral”, e às vezes nem conhecemos o colega. Bom, cá vai- Obrigada ao Nuno Gonçalves que acreditou em mim, ao Pedro Marques que me ensinou tudo, e a todos os meus colegas que ainda hoje fazem parte da minha vida. Ouviste Joana, Vera, Paulo, Elsa, Rita, Wilson, Miguel, Sónia, Sónia S(é como no Big Brother, há que usar a primeira letra do ultimo nome para diferenciar), Rute, Margarida, Flávio, Brinca,Ana, Nelson e Bruno. Espero que não falte ninguém, obrigada a todos.

Depois veio a Radio Comercial, por meio ano, mas foi vivido intensamente. Depois veio o Rádio Clube Português e finalmente a m80, a minha casa desde final de 2009. Podem perguntar o que quiserem sobre Rod Stewart, Michael Jackson ou David Bowie, eu sei tudo.

Muito difícil não gostar da rádio. Do cariz intimista que é um estúdio, um microfone, e do outro lado milhares de pessoas… milhares e milhares. Que honra.

E desculpem lá aquela vez que alguém disse uma asneira em estúdio (na altura Rádio Comercial), não fui eu, mas podia… qual é o radialista que nunca deixou o microfone aberto por engano… se existir, que se apresente orgulhosamente… é o único.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *